No dia do meu aniversário, uma amiga postou nas redes sociais uma resposta para uma pergunta que eu havia feito a ela.

– “Pri, será que vamos continuar amigas até a gente ter uma família?”

– “Rapaz, não dá para prever o futuro, mas eu sei que se depender da gente, a resposta com certeza é sim. Somos simplesmente amigas! (…) Nossa amizade dura porque ela tem essência de amigo. Somos duas pessoas que adoram conversar, desabafar, rir, viajar e que se apoiam. Ser Malu e Pri! Apenas! Duas pessoas interessadas em serem felizes por opção.”

Priscila véia de guerra na esquerda
Priscila véia de guerra na esquerda

Aquela resposta foi como um abraço no meu coração. Um carinho que conforta. Uma certeza para muitas dúvidas. Um afago para estas questões difíceis que são as relações. Relacionamentos são difíceis porque são feitos de duas pessoas. Dois universos completamente diferentes. Se fosse fácil, era feito de um só.

São complicados porque exigem mudanças. Companheirismo, lealdade e muito – MUITO – amor ao próximo. Na maioria das vezes, o orgulho só destrói relações.

Ler a resposta da amiga foi como tirar 10 na prova de matemática. Ou pelo menos um 9,5. A certeza que você passou o ano quebrando a cabeça. Cheio de dúvidas. Mas com muitas certezas também. É saber que valeu a pena tanta noite mal dormida, tanta preocupação, tanto choro e tanto desgosto com os números.

Uma resposta perfeita para o não desprendimento. Por não desistir. Por respirar fundo e seguir lutando por relações que têm tudo para acabar, mas por isso mesmo têm tudo para seguir em frente. Por enxergar as qualidades e não apenas os defeitos. Por fazer as vezes de mãe, pai, irmão e não apenas mais um amigo. Por questionar atitudes e rever as suas. Por não deixar ir. Por insistir mesmo quando você não quer mais ficar.

A resposta da minha amiga foi, enfim, como ganhar um presente após muito esforço. Você nunca enjoa dele. É o seu prêmio por ter se empenhado em não cometer erros. É a certeza de que você vale tanto carinho. Sabe por quê? Porque você fez por merecer.

5 comments on “Vamos falar de relacionamentos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *