A imensidão dos nossos sentimentos

Dia desses recebi uma imagem no grupo da família. Era mais uma destas fotos que, a princípio não dizem nada, mas, no fundo, representam muito. Na margem de um rio, um banquinho de madeira. Minha mãe respondeu: “vendo esse banquinho, essa paisagem, vejo a imensidão dos nossos sentimentos”. Aquilo me fez pensar. Pensei. Pensei. Pensei … Continue lendo “A imensidão dos nossos sentimentos”

O amor não acaba, multiplica

Passei na frente de um motel dia desses (oê!) e vi que estava riscada no muro a frase ACABOU O AMOR. Parei pra pensar: como assim o amor acabou? Não é possível! Impossível acabar o amor. O amor só começa. Nunca termina. Eu posso amar de perto. Amar de longe. Amar escondido. Amar para todo … Continue lendo “O amor não acaba, multiplica”

Sobre lutar com sentimentos mas ser firme nas decisões

Dia desses me vi falando uma frase que até hoje tenho certo medo da intensidade de tantos sentimentos contidos em um só período. “Eu tenho que seguir em frente. Porque eu não tenho opção. E quando eu não tiver mais forças, fazer o que? Ter fé em Deus”, disse a uma amiga. Tive medo da … Continue lendo “Sobre lutar com sentimentos mas ser firme nas decisões”