A força do perdão

Da mais boba até a mais difícil situação, nunca é fácil perdoar. As marcas tendem a não querer sair. Mas não deixe isso acontecer (Foto: Pixabay)

Por Lucas Wild
lucaswild@outlook.com

Esses últimos dias foram estranhos para mim. Tudo porque fiquei chateado com um amigo, por questões que não cabem falar agora. Fato é que não sou muito de guardar rancor, nem nada disso. Mas, nesse caso, guardei. E não me orgulho em nada.

Fiquei pensando no por quê. Como assim? Passei quase um mês chateado com alguém e sem coragem de ir falar o motivo. Sei que as vezes guardo muita coisa em meu coração, principalmente coisas que me machucam, mas rancor não era uma delas. Depois de uma mensagem abençoadora,  Deus trabalhou em meu coração e consegui liberar o perdão. Ufa! Que sensação boa. Falei com meu amigo e ficou tudo certo.

O que eu quero dizer é: da mais boba até a mais difícil situação, nunca é fácil perdoar. As marcas, que muitas vezes só ficam no coração, tendem a não querer sair. Não deixe isso acontecer. Lute contra qualquer sentimento de raiva, ódio e rancor, que só te puxarão para um abismo sem volta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *